PAR IS

Saia pareô com aplicações geométricas de couro: 600 ¤. • Vestido estampado de seda: 1.195 ¤. • Bota brogue com salto anabela: 595 ¤. • Tênis avant-garde ...

da moda parisiense atual. Profissional da área, professora do Istituto Marangoni em Paris e personal stylist, ela visitou lojas que já conhecia bem e outras que foram sugeridas por franceses antenados. Seus comentários incluem a história de algumas grifes, de seus criadores, o conceito das marcas e até mesmo a sugestão de algumas peças que valem o investimento. O resultado é único. Voilà! Um guia feito sob medida por uma brasileira para brasileiros. Bom proveito e boas compras!

Dione Occhipinti

indispensáveis para quem quer conhecer a cena

Os endereços que fazem de Paris a capital da moda

do alto luxo ao luxo acessível + concept stores

as ruas de Paris selecionando endereços

PARIS

PARIS

por seis meses, Dione Occhipinti percorreu

do alto luxo ao luxo acessível + concept stores

Dione Occhipinti

Os endereços que fazem de Paris a capital da moda

PARIS do alto luxo ao luxo acessível + concept stores

Dione Occhipinti

Sobre este guia Produzir um guia de viagem é um grande desafio. Sobretudo um guia de moda de Paris, cidade-símbolo da alta-costura e dos grandes estilistas, mas também da simplicidade com elegância. O que Paris cria o mundo segue e a gente usa – mais cedo ou mais tarde. São inúmeras as grifes, os criadores e os endereços nesse que é considerado o principal mercado fashion mundial. Mas como selecioná-los? Além da variedade, há o dinamismo de um setor em constante mutação e efervescência. O que hoje é aclamado como “ultramoderno”, amanhã já pode ter se tornado ultrapassado. Aquela butique que estava ali até ontem pode ter desaparecido, sem deixar vestígios. O que fazer? A consultora de moda Dione Occhipinti confiou no seu conhecimento e talento para discernir o que tem fôlego para sobreviver e nos apresentou um dos mais completos guias de moda da capital francesa editado em português. Por mais de seis meses, Dione percorreu as ruas de Paris, fez uma seleção do que viu, do que já conhecia e do que ouviu ao conversar com parisienses de todos os estilos. Visitou inúmeros endereços e trouxe para os leitores brasileiros uma seleção do que vale a pena ser conhecido. Neste guia, você encontrará as grifes haute couture – a alta-costura que celebrizou a moda europeia nas últimas décadas – lado a lado com as grifes dos créateurs – aquelas que têm um diretor artístico, um criador, que dita as tendências mundiais. Você também conhecerá as concept stores, multimarcas onde a moda parisiense convive com o design, a música e as artes, criando um universo de contemporaneidade vibrante num conceito típico das cidades cosmopolitas.

Para que você possa aproveitar melhor o conteúdo, observe o seguinte:

___ paris é dividida em 20 regiões, ou arrondissements.

Eles estão indicados em placas de ruas e constam nos endereços (como o nosso CEP). O número 75008, por exemplo, indica que o local está em Paris (75 é o código geral da cidade) e no 8º arrondissement (em francês, 8ème). Neste guia optamos por simplesmente indicar o numeral ordinal (8º), já que todos os endereços ficam na capital da França.

___ a maioria das butiques parisienses tem mais de um endereço. Essa é uma estratégia típica daqueles que entenderam que cada região de Paris tem um público próprio e códigos específicos. A opção aqui foi apontar apenas um ou no máximo dois endereços de cada butique, mas há na descrição de todas as grifes a indicação do site da marca para pesquisa dos endereços mais próximos de onde você estiver. Não deixe de entrar na internet e conferir.

___ no final do guia há mapas que você poderá consultar para localizar as lojas citadas por região.

___ o símbolo m indica a estação de metrô mais próxima do endereço de cada grife mencionada. O metrô é o modo mais prático e rápido para circular por Paris e quase todos os mapas da cidade trazem a indicação das estações. No entanto, não deixe de circular a pé