Melhoria da Eficiência Energética de um Forno

composição: CH4=83%, C2H6=13%, C3H8=0,15%, CO2=2,35% e. N2=1,5% e ocorre a elevada pressão13. Possui como principal característica: PCI (poder ...

http://dx.doi.org/10.4322/cerind.2014.045

Melhoria da Eficiência Energética de um Forno Cerâmico Através da Troca de Queimadores Ricardo Bonetti Sebastiãoa, Paulo Fernandes b, Vitor de Souza Nandi a,b* Universidade do Extremo Sul Catarinense – UNESC, Criciúma, SC, Brasil Centro Universitário Barriga Verde – UNIBAVE, CEP 88845-000, Cocal do Sul, SC, Brasil *e-mail: [email protected] a

b

Resumo: Um dos maiores custos em uma indústria cerâmica de revestimento está relacionado ao emprego de energia térmica em seus processos de produção. Baseado nesta informação o presente trabalho consiste em avaliar a eficiência energética após a troca de queimadores de um forno contínuo utilizado na fabricação de telhas prensadas pelo processo via úmida. Algumas das características do produto final exigem um emprego de altas temperaturas no processo de sinterização e consequentemente o emprego de uma quantidade maior de energia térmica. A maioria das indústrias do setor cerâmico, principalmente as fabricantes de revestimentos adotaram como fonte de combustível para a geração de energia térmica, a queima do GN (gás natural). A necessidade de redução no custo do processo (fator concorrência), e redução na emissão de poluentes (fator ambiental), aponta para um novo paradigma, a busca de equipamentos e acessórios que promovam uma maior eficiência e aproveitamento dos insumos disponíveis no processo. Um dos equipamentos que aliado a alguns parâmetros de controle pode propor uma economia considerável no processo é o queimador, que através de novos projetos e tecnologias vem se modernizando a cada ano. Com o resultado deste trabalho, ou seja, a troca dos queimadores e algumas medidas de controle foi possível reduzir o consumo de combustível em aproximadamente 26%, um valor este considerado de grande economia. Palavras-chave: gás natural, eficiência energética, troca de queimadores.

1. Introdução Atualmente, um novo conceito no processo de fabricação de telhas vem no mercado, as telhas obtidas através do processo de conformação por prensagem de grânulos atomizados, em substituição ao tradicional processo de conformação extrusãoprensagem e processo via seco. Esse processo permite agregar às telhas, características semelhantes a dos revestimentos cerâmicos por processo de fabricação via úmida, como resistência mecânica, baixa absorção de água, dentre outros, características estas adquiridas durante o processo de queima principalmente em fornos contínuos. No Brasil os gastos com a energia representam 30% dos custos na produção do segmento cerâmico, esses dados impulsionam cada vez mais as indústrias buscarem alternativas para uma melhor eficiência energética visando ao máximo à redução de custos¹. Toda a cadeia produtiva do país gira em torno da utilização da energia, seja ela elétrica, térmica, mecânica, dentre outras. Porém, hoje existe um sistema ineficiente quanto ao uso desta energia, com programas de eficiência energética que contemplam apenas uma pequena parte da matriz energética nacional². Segundo pesquisa realizada pela associação brasileira das empresas de conservação de energia (ABESCO) e a GTZ – Gesellschaft Für Technische Zusammenarbeit (Associação Técnica Para Trabalho de Cooperação) mostram que o desperdício energético no país chega a R$ 15 bilhões ao ano. Projetos de energia eficientes proporcionam um uso mais inteligente do recurso, preservam o meio ambiente e favorecem a sustentabilidade dos ciclos de negócio de energia³. Dados levantados em 13 setores industriais apontam que 82% das oportunidades de economia de energia na indústria estão em processos térmicos, porém o foco governamental está relacionado ao consumo de energia elétrica. Isso mostra que existe uma deficiência quanto às prioridades nos programas governamentais de eficiência energética². As indústrias respondem por 35,7% de toda energia consumida no país, enquanto que os setores residenciais, comercial e público respondem por apenas 14% do consumo total e o restante dividido 24

em outros setores4. Atu
Recommend Docs
<span ><em>Save As PDF Ebook a meta um processo de melhoria today. And You can Read <em>Online a meta um processo de melhoria PDF file for free from our <em>online library.

<span >Bejan, A. Advanced engineering <em>thermodynamics. New York, NY: John Wiley & Sons ... tigostecnicos/combustao2.<em>pdf>. Acesso em: 15 de setembro de 2005. 5.