001. prova objetiva

23 de jun de 2013 - pelo ex-presidente Fernando Lugo, que gerou dúvidas sobre a plena vigência democrática no país. (E) o pagamento imediato da dívida que o ...

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

Concurso Público

001. PROVA OBJETIVA Contador Judiciário

INSTRUÇÕES  Você recebeu sua folha de respostas e este caderno contendo 100 questões objetivas.  Confira seu nome e número de inscrição impressos na capa deste caderno.  Quando for permitido abrir o caderno, verifique se está completo ou se apresenta imperfeições. Caso haja algum problema, informe ao fiscal da sala.  Leia cuidadosamente todas as questões e escolha a resposta que você considera correta.  Marque, na folha de respostas, com caneta de tinta azul ou preta, a letra correspondente à alternativa que você escolheu.  A duração da prova é de 4 horas, incluído o tempo para o preenchimento da folha de respostas.  Só será permitida a saída definitiva da sala e do prédio após 2 horas e 30 minutos do início da prova.  Ao sair, você entregará ao fiscal a folha de respostas e este caderno, podendo levar apenas o rascunho de gabarito, localizado em sua carteira, para futura conferência.  Até que você saia do prédio, todas as proibições e orientações continuam válidas.

Aguarde a ordem do fiscal para abrir este caderno de questões.

23.06.2013

02. Em sua argumentação, Hélio Schwartsman revela-se

Língua Portuguesa

(A) perturbado com a situação das grandes cidades, onde se acabam criando situações perversas à maioria dos cidadãos.

01. Leia a tira. FILA PARA ENTRAR NO BANCO!

FILA PARA O CAIXA FILA PARA O GERENTE...

ESTOU FICANDO NERVOSO!

A FILA PARA QUEM ESTÁ NERVOSO É AQUELA MAIOR!!

(B) favorável aos guardadores de vagas nas filas, uma vez que o pacto entre as partes traduz-se em resultados que satisfazem a ambas. (C) preocupado com os profissionais dos escritórios da Faria Lima, que acabam sendo explorados pelos flanelinhas.

(http://custodio.net)

(D) indignado com a exploração sofrida pelos flanelinhas, que fazem trabalho semelhante ao dos estacionamentos e recebem menos.

Nas frases da personagem que está na fila, o termo “para” é empregado expressando ideia de (A) causa.

(E) indiferente às necessidades dos guardadores de vagas nas filas, pois eles priorizam vantagens econômicas frente às necessidades alheias.

(B) modo. (C) lugar. (D) finalidade.

03. Ao citar Michael Sandel, o autor reproduz desse professor uma ideia contrária à

(E) oposição.

(A) venda de uma vaga de uma pessoa a outra, sendo que aquela ficou na fila com intenção comercial. O autor do texto concorda com esse posicionamento de Sandel.

Leia o texto para responder às questões de números 02 a 08. A ética da fila

(B) comercialização de uma prática que consiste no pagamento a uma pessoa para que ela fique em seu lugar em uma fila. O autor do texto discorda desse posicionamento de Sandel.

SÃO PAULO – Escritórios da avenida Faria Lima, em São Paulo, estão contratando flanelinhas para estacionar os carros de seus profissionais nas ruas das imediações. O custo mensal fica bem abaixo do de um estacionamento regular. Imaginando que os guardadores não violem nenhuma lei nem regra de trânsito, utilizar seus serviços seria o equivalente de pagar alguém para ficar na fila em seu lugar. Isso é ético? Como não resisto aos apelos do utilitarismo, não vejo grandes problemas nesse tipo de acerto. Ele não prejudica ninguém e deixa pelo menos duas pessoas mais felizes (quem evitou a espera e o sujeito que recebeu para ficar parado). Mas é claro que nem todo o mundo pensa assim. Michael Sandel, em “O que o Dinheiro Não Compra”, levanta bons argumentos contra a prática. Para o professor de Harvard, dublês de fila, ao forçar que o critério de distribuição de vagas deixe de ser a ordem de chegada para tornar-se monetário, acabam corrompendo as instituições. Diferentes bens são repartidos segundo diferentes regras. Num leilão, o que vale é o maior lance, mas
Recommend Docs
<span ><span >21 de jun de 2015 - 1 - C. 2 - B. 3 - E. 4 - A. 5 - B. 6 - D. 7 - B. 8 - C. 9 - A. 10 - B. 11 - D. 12 - E. 13 - A. 14 - B. 15 - C. 16 - E. 17 - C. 18 - B. 19 - D. 20 - E. 21 - A. 22 - D.